segunda-feira, 30 de maio de 2011

HISTÓRIA DA POMBA GIRA MENINA



História de uma Pomba Gira Menina
Nasceu filha única de mãe solteira, abandonada em um orfanato, devido a falta de condições da mãe.
Não conheceu parentes, mas fêz amigos entre as religiosas que cuidaram com muito zêlo da pobre Ana Conceição.
Ao completar 18 anos deixou o orfanato indo trabalhar como doméstica na casa de um professor que ajudava nas despesas do orfanato e lecionava como voluntário.
Tudo transcorreu bem durante um ano, mas o senhor ficou gravemente doente e faleceu em seguida.
Ana viu-se sozinha e sem ter para onde ir.
Conseguiu emprego como garçonete em um bar de péssima frequência.
Afeiçoou-se a duas meninas, filhas da dona do bar.
As meninas sofriam constantes agressões físicas por parte da mãe e do padastro e Ana começou a intervir com mais frequência.
Um dia escuta o amante da dona do bar dizer que odiava aquelas crianças e gostaria de matá-las.
Decidiu naquele instante fugir com as meninas e entregá-las aos cuidados das religiosas que a haviam criado. Como as crianças eram muito pequenas com 2 e 3 anos, foi fácil levá-las em plena madrugada, pois eram muito agarradas a Ana.
Deixou as crianças e voltou para não levantar suspeitas, por uns dias.
Era a primeira que acordava e preparava o café das meninas.
Foi ao quarto da mãe e simulou surpresa ao não ver as meninas.
A mãe tonta da bebedeira da noite, disse que elas deviam estar brincando de se esconderem.
Após uma busca pela casa, o bar e o quintal, constata-se o desaparecimento das crianças.
O amante da mulher chega e como já não gostava das intromissões de Ana, sugere que ela deveria ter vendido ou sequestrado as meninas. A mulher deixa-se contaminar pelo veneno do sujeito e interroga Ana com agressividade.
Ela tenta fugir, mas os dois a seguram e começam a espancá-la, exigindo que ela lhes revelasse o paradeiro das meninas, ameaçamdo matá-la.
Ana consegue escapar e fugir de seus agressores, saí correndo porta a fora e corre para o orfanato.
Um mês depois do ocorrido, Ana está voltando para o orfanato, quando dá de encontro com o padastro das crianças, ele fica furioso e a segura pelo braço obrigando-a a entrar em uma casa abandonada do outro lado da rua.
Inicia sua conversa com um tapa no rosto de Ana e d[oiz que é só o começo. Mas Ana continua dizendo que não sabe o paradeiro das meninas.
Ele então díz que deseja ver a casa onde ela está morando a averiguar se não encontra nenhuma "surpresa".
Como Ana recusa a levá-lo, ele a espanca cada vêz mais e seguidamente. Ana desmaia e é acordada com chutes e pontapés por todo o corpo, até que não resiste e morre.
Esta é a história de Ana Conceição, a Pomba Gira Menina, que trabalha na Umbanda ajudando mães e crianças vítimas de todos sos tipos de agressões.

................................................

Pomba Gira Menina
Trata-se de uma entidade que se manifesta uma verdadeira menina. É esta entidade a companheira, do poderoso Exú Mirim, comandando estes uma poderosa falange de 49 outros exús com semelhante aspecto, estes membros desta referida falange, penetrar onde poucos conhecem .Sua ajuda é muito grande no que se refere à defesa deste ou daquele filho de fé do terreiro, ou mesmo quando algum filho do terreiro pede sua valiosa defesa, para outrem, especialmente se for criança, ou mesmo se for algum adolescente, ajuda esta que hoje em dia não é de maneira alguma dispensável. Possui grande força também para curar casos de apaixões comums em adolescentes, e mesmo ajudar a recuperar um amor perdido, desde que seja realmente Amor.

Fonte: www.kinghost.net

..................................................................

História de uma Cigana Menina



Esta entidade chegou ao mundo astral nos seus 14 anos de idade vítima de assassinato seguido de estupro.

Foi socorrida de imediato pelos amparadores espirituais do Povo do oriente, grande mestres e andarilhos do mundo astral.

A cigana Pomba Gira Cigana Menina, gosta muito de trabalhar para o amor e ajudar a reealizar casamentos cheios de sonhos e amor, pois como não teve tempo de conhecer o seu prometido quando vivia na terra, gosta de ajudar as pessoas para que tenham sorte no amor.

Tem muita simpatia por jovens apaixonados e está sempre dando mensagens de amor e carinho.

Como antes do seu desencarne ela tinha cortado os cabelos por uma promessa de sua mãe a Santa Sara Khali, quase sempre seus cavalos escolhidos ou aparelhos… tem o cabelo comprido e sedoso onde ela passa o tempo todo a acariciar.

Adora receber presentes nas Campinas e estradas de chão, maquiagens e adornos são os preferidos, mais não esqueça das rosas vermelhas e do vinho branco suave, perfumes e velas vermelhas e cor-de-rosas.

..........................................................

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...